08/05/2018

Cardápio de esmaltes e cervejas para vegano nenhum botar defeito

Toda semana nós temos uma decisão importantíssima a ser tomada: qual esmalte usar? Entre tantas opções de cores disponíveis, só temos certeza da nossa indecisão. E depois de tomar o rumo pelo caminho dos vermelhos, azuis ou nudes, ainda ficam dúvidas: será que este é muito cintilante? Será que a tonalidade na unha ficará diferente da do vidrinho?

Pois eis que a marca californiana LBK levou para outro nível as embalagens de seus esmaltes ao fixar nas tampas unhas postiças com a qual você pode analisar o tom exato na sua pele. É só você colocar o dedo por baixo para ver como ficaria a cor aplicada na sua unha. Pronto, fim do minidrama. São 48 cores de esmaltes com este invólucro diferentão (US$ 10, cerca de R$ 34 no e-commerce).

 

Foto: Instagram / Reprodução

E não é só isso: os esmaltes são veganos e seven-free, ou seja, sem ingredientes tóxicos e cancerígenos como parabenos, ftalatos (dibutil ftalato), cânfora, formaldeído, tolueno, xileno e resina.

 

Cervejas veganas

Aproveitando a deixa do veganismo nos esmaltes, pode até parecer estranho, mas a maioria das cervejas comercializadas não são cervejas veganas. Segundo a legislação brasileira, cerveja é a bebida obtida pela fermentação alcoólica do mosto cervejeiro oriundo do malte de cevada e água potável, por ação da levedura, com adição de lúpulo.

A lei estabelece ainda a proibição de se adicionar produtos de origem animal à cerveja. Se alguém adicionar mel à receita de sua cerveja, por exemplo, a bebida resultante não pode ser classificada como cerveja.

Isso faz com que todas as cervejas sejam classificadas como cervejas veganas, certo?

Errado!

Vamos às explicações.

Por que algumas cervejas não são veganas?

A produção de cerveja não se limita aos ingredientes. Além deles se adicionam matérias auxiliares e/ou auxiliares tecnológicos, que podem ser derivados de animais.

Os materiais auxiliares são substâncias usadas intencionalmente para desempenhar uma dada função durante a obtenção, tratamento ou transformação de matérias-primas, gêneros alimentícios ou seus ingredientes, que podem ocasionar a presença involuntária de resíduos ou de seus derivados no produto acabado.

Algumas cervejarias fazem o uso de um colágeno chamado de “Isinglass” para a clarificação do produto. O Isinglass é uma espécie de “cola de peixe” obtida da bexiga seca de alguns peixes de água doce, principalmente do esturjão.

Como regra geral, as cervejas acondicionadas em barris são clarificadas por meio do Isinglass e não são cervejas veganas.

No Brasil, não é muito comum o uso do Isinglass na fabricação da cerveja, porém isso ainda não torna as nossas cervejas veganas, pois o veganismo é uma postura política, não apenas uma dieta, e a maioria das marcas nacionais patrocinam rodeios, vaquejadas e/ou outras atividades de exploração animal.

 

Confira algumas cervejarias veganas:

 

Nacionais

– Coruja

 

 

– Tupiniquim

– Amazon Beer

– Schornstein

– Backer

– Bierland

– Germânia

– Ashby

– Klein

– Madalena

 

Importadas

– Anderson Valley (EUA)

 

 

– Badger (Inglaterra)

– Ayinger (Alemanha)

– Batemans (Inglaterra)

– Rogue (EUA)

– Vedett (Bélgica)

– Sierra Nevada (EUA)

– Höfbräu (Alemanha)

– La Chouffe (Bélgica)

– La Trappe (Holanda)

 

Fontes:  Revista Glamour Brasil e Awebic

 


Tags: , , , , , ,


Posts relacionados:

29 de julho é o dia do batom, este superpoderoso: de místico arsenal de sedução, ele passou a ser ferramenta de autoestima e confiança

Tem quem acredite que ele tem mesmo o poder de mudar vidas. 

Harmonização da semana: unhas das cores da nossa bandeira e cerveja em homenagem aos anfitriões

Tá tendo Copa! Muito amor em usar a tendência de vários tons nas unhas com uma simples combinação: o verde, amarelo e azul, cores da minha pátria.

Tendência cowboy: o inverno será um verdadeiro duelo de bangue-bangue

Bem-vindo, Inverno! ❄ Hoje, às 7h07, foi dada a largada para os looks invernais! O mood western vai dominar a estação, em versões minimalistas, como a minha (o ponto está na bota com calça gaúcho – ajustada na cintura e ampla nas pernas – e top sequinho), ou em versões mais glamourosas, com direito a camisas westerns […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *