26/10/2018

Onde comer e beber em Bonito-MS? Dicas preciosas pra sua viagem ser inesquecível!

Amantes de viagens, boa comida e bebida por aí, saquem o caderninho de anotações! Aqui estão alguns dos restaurantes e cervejas que amei em Bonito.

 

Bonito me deixou completamente embasbacada! Pode ver por você mesmo os motivos nessa foto! O clima deu um show de boa vontade durante toda a minha estadia na cidade! Estava um sol, um céu azul, um calorzinho não irritante, sabe como? E o dia que choveu à tarde era o único que não tinha passeio marcado! Valeu, São Pedro!

 

Cachoeira Buraco do Macaco (Bodoquena), em Bonito (MS)

 

Tá, feito isso, sigamos com os comes e bebes mais sensas de Bonito, porque não tô de bobeira:

 

RESTAURANTE CASA DO JOÃO

 

Primeiro, sugiro admirarmos a belezinha que é o lugar!

 

Restaurante Casa do João, em Bonito (MS)

Restaurante Casa do João, em Bonito (MS)

 

O Casa do João é daqueles restaurantes que valorizam real a identidade e a cultura regionais com seus aromas e sabores, proporcionando boas experiências.

Fomos duas vezes para comprovar que era um espetáculo mesmo.

O atendimento na primeira vez foi ótimo e, na segunda, foi melhor ainda. Ele tem um sistema de comunicação entre os funcionários que informa os clientes que estão retornando à casa e por quem foram atendidos na última vez. Aí o garçom que fez o último atendimento vai até à mesa dos clientes e os cumprimenta com sorrisos e muita simpatia. Aquele lugar em que você realmente se sente especial!

No primeiro dia, degustei a tal da carne de jacaré, que todos diziam que eu deveria comer em Bonito. Harmonizei a iguaria com a Belgian Blonde Ale da Cervejaria Prosa, a Toca da Onça, com 6,9% ABV e especialmente saborosa! No aroma, sentimos notas florais, frutadas e de especiarias.

 

 

Segui o fluxo com a Cantagalo, também da Cervejaria Prosa, uma Irish Red Ale com notas de caramelo e toffee. Tem 5% ABV e 21 IBU.

 

 

A cerveja seguinte foi a American Premium Lager Ipê. Apresenta leve amargor (são 15 IBU) equilibrado com o sabor do malte. Possui notas de cereais e leve aroma floral, remetendo ao lúpulo. O teor alcoólico é de 4,9% ABV.

 

 

 

Na segunda visita, pedi o peixe Pirarara. Eu fui para Bonito com o fim de experimentar todos os peixes que não encontro aqui no Rio de Janeiro. Por isto, mesmo Traíra sendo a especialidade do Casa do João, eu me atirei no Pirarara. Ele é servido com legumes e alcaparras. O acompanhamento com emoção partiu da Piracema, a weiss da Cervejaria Prosa, de Campo Grande. Trata-se de uma cerveja de trigo leve (4,8% ABV), refrescante e com espuma bem cremosa. A receita possui notas frutadas que remetem a banana e cravo.

 

 

A Boiadeira foi a segunda breja da noite! A American IPA da Cervejaria Prosa com notas cítricas remete a uva verde e frutas tropicais. O amargor é mais intenso devido à maior adição de lúpulo. Possui 66 IBU.

 

 

Para passar o saldo de azul para azul royal, encerrei com petit gateau de guavira e sorvete de creme. Vale muito a pena! A harmonização ficou por conta da Irish Stout Sara-cura. Feita com maltes torrados, traz notas de café, chocolate amargo e leve defumado.

 

 

Dica bônus: É bom ir com um look mais arrumadinho pra fazer frente à qualidade do lugar. Se quiser ver o que usei, clique aqui no post dos meus looks de Bonito.

 

JUANITA

 

O Juanita é um dos restaurantes mais bem cotados de Bonito no Tripadvisor. A promessa era de experiência magnífica com o pacu na brasa. Lembram que eu fui para Bonito disposta a apenas comer and beber local? Separei o Juanita para comer o pacu!

Os trabalhos foram abertos com a Mani-Oca, Pilsen da Morena Bier, também de Campo Grande. O amido de mandioca dá uma encorpada super legal na receita. Bebi a Morena Weiss para acompanhar o peixe. Além de Bonito, tudo estava gostoso demais!

 

 

BONITO BEER

 

O único brewpub de cerveja artesanal da cidade e uma unanimidade amada! O local possui o sistema myTapp com cinco torneiras de chopp. Não sabe o que é? Vem na tecla sap: o cliente faz carga de um determinado valor escolhido por ele e recebe uma fichinha. Ela serve para ele abastecer o próprio copo com o chopp que lhe apetecer. Pode encher a quantidade que quiser e o valor vai progressivamente sendo descontando da fichinha, que é encostada na tela do myTapp. Em síntese, é o melhor sistema de autoatendimento já inventado.

 

Olha aí a fichinha

 

 

Raramente enchíamos o copo todo. Sendo uma cerveja desconhecida, gosto de encher entre 100ml e 200 ml para degustação.

De fabricação própria, estavam plugadas as Gruta (Oatmeal Stout), Aloke (Best Bitter) e uma West Coast Ipa que, infelizmente, não lembro o nome. Acontece quando se bebe muito.

 

 

Fora as criações da Bonito Beer, também tinham outras ótimas ofertas: Da Morena Bier, a Cumbarú (Schwarzbier) e uma German Pilsen. Da Imigração, a Export e da Cervejaria Canalhas, a APA. 

De comes, a casa oferece pizza de pepperoni, pesto, marguerita e calabresa. Todas deliciosas!

 

 

TABOA

 

O Taboa me atraiu pelo anúncio de “cerveja artesanal própria” bem destacado em um cartaz do lado de fora. Como o ambiente era bem arrumado, tinha espaço externo e música boa, resolvi jantar ali.

 

 

A cerveja é uma pilsen puro malte bem refrescante que harmonizou com o bolinho de abóbora cabotiá (típico da região) e o caldinho de piranha.

 


Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


Posts relacionados:

Unha da semana: Vou de Nude nessa onda de calor da primavera!

Os dias vêm esquentando, o verão está batendo na porta e a gente segue à risca aquele velho conselho do Pedro Bial: use filtro solar!☀  

Delírios noturnos: o esmalte roxo berinjela e a Belgian Dark Strong Ale para uma semana de êxtase

Uma multidão de sensações em uma gangue púrpura.

Chocolate e cerveja: bombom demais!

No início desta semana, ainda de férias, realizamos uma deliciosa harmonização entre bombons da linha Cacau Bar – Mestre Cervejeiro, da Cacau Show, e algumas cervejas bem recomendadas, daqueles desafios que viram aprendizados preciosos. As duas paixões nacionais – chocolate e cerveja – combinam perfeitamente, pois têm muito em comum. O cacau e a cerveja […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *