30/08/2018

Riogastronomia 2018

Teve evento cheio de bossa este final de semana! O Riogastronomia, maior projeto gastronômico do Brasil, apimentou o Píer Mauá com a sua oitava edição. Sob o conceito “Momentos À La Carte”, ofereceu ao público iguarias de alguns dos melhores restaurantes da cidade, palestras e oficinas especiais. O melhor de tudo, como sempre, foi a atmosfera hiper positiva que faz a diferença na nossa cidade maravilhosa (taí o verdadeiro foco, vocês não acham?)! Já tínhamos conferido o evento no ano passado e este ano só confirmamos que é sucesso!

 

Rolou uma cachacinha com melado para abrir o apetite

 

Fazendo um breve raio-x do meu look: a escolha do macaquinho com manga comprida foi certeira pois estava um dia nublado, mas não muito frio. Fiquei à vontade com o look confortável e com a estampa de poá que ninguém duvida que será hit do verão. A padronagem em preto e branco é a mais tradicional, mas outras cores também fazem bonito. Este macaquinho vai bem com tênis, bota, sandália ou chinelo. O tênis é da nova coleção da Via Mia. E alguém em sã consciência nega que a moda confortável é a da vez? O tênis há muito já saiu do lazer e foi pro trabalho também!

 

Agora chama o close no que comi por míseros R$20 ou R$20 e pouco…

 

Que Marravilha, do Restaurante CT:

Peixe com banana e molho especial

 

 

Clássico churros de tapioca com vatapá, do Restaurante Capim Santo:

 

 

A harmonização aconteceu com a Colorado Eugênia, uma Session IPA com aromas marcantes dos lúpulos americanos, alemães e franceses. O ingrediente especial aqui fica por conta da Uvaia, super aromática e com sabor cítrico. A cerveja é leve, refrescante e amarga na medida certa (ela tem 40 IBU). A combinação foi possível pois Session IPA, estilo mais leve que uma IPA tradicional, se dá hiper bem com pratos não muito apimentados. O nosso petisco era apenas levemente apimentado.

E pra fechar, uma sobremesa arrasa corações, a Tangerina do Belmond Copacabana Palace: mousse de baunilha, creme de tangerina e crocante de avelã.

 

 

Palestra sobre harmonização com o sommelier José Honorato: venha ver como compôr cervejas com queijos e embutidos

Depois de provarmos essas delícias, assistimos à palestra “Harmonizando com Cervejas”, ministrada pelo beer sommelier e professor de bebidas do Senac-RJ José Honorato. Foram seis cervejas para harmonizar com quatro queijos e dois embutidos. Sabemos que queijos e cervejas sempre são bons, juntos ou separados, mas dá para melhorar muito o sabor deles se a harmonização for feita corretamente.

Começamos a harmonização com a Saison de Cajá, da cervejaria Colibrew, e o queijo Rabiola Yogurte. A acidez do cajá temperou naturalmente o queijo produzido pelo italiano Amedeo Mazzocco, em Venda Nova do Imigrante (ES), com leite de vaca e iogurte para dar mais cremosidade e sabor.

 

Saison de Cajá, da cervejaria Colibrew, e o queijo Rabiola Yogurte (à direita)

 

Passamos então para a Motim 1848, uma Vienna Lager com 5,4% ABV, que deu match com uma salsicha branca alemã. O leve dulçor e o amargor limpo da cerveja potencializaram o leve picante do embutido.

 

Motim 1848, uma Vienna Lager com 5,4% ABV, deu match com salsicha branca alemã

 

A terceira cerveja foi a Colorado Demoiselle, uma Porter da escola inglesa. Levemente amarga e com adição de café, harmonizou bem com um queijo de cabra. Lembrou um café com leite. O maltado da cerveja não destrói o queijo. Eles se complementam. Ótimo pra quem não gosta do sabor intenso do queijo.

 

Colorado Demoiselle, uma Porter da escola inglesa. Levemente amarga e com adição de café, harmonizou bem com um queijo de cabra

 

Depois foi a vez da Eclipse, uma Stout Blonde da cervejaria carioca Zer09. Elaborada com um blend de grãos de café 100% arábica das montanhas do Espírito Santo e nibs de cacau orgânico, a Eclipse foi harmonizada com presunto. Ficou bem interessante, pois a cerveja deu uma caramelizada no embutido, cortando um pouco o sal.

 

Eclipse, uma Stout Blonde da cervejaria carioca Zer09, foi harmonizada com presunto

 

Em seguida degustamos a 4:20 da cervejaria Old School. Trata-se de uma NE IPA, cerveja extremamente aromática, com lúpulos americanos e notas cítricas e herbais. Harmonizamos com o queijo Garnizé, de Itapetininga (SP), que leva um banho de ervas finas, como tomilho, sálvia, manjerona e alecrim. A casca é pintada com espinafre desidratado verde. As notas cítricas e herbais da cerveja ajudam a potencializar as ervas do queijo. Por outro lado, a potência do queijo suaviza um pouco o amargor da cerveja.

 

 

Para fechar em grande estilo, harmonizamos a Wäls Quadruppel, uma Belgian Strong Ale rolhada com 11% de graduação alcoólica e refermentação na garrafa, com um queijo da região do Serro (MG), produzido exclusivamente com leite de vaca da raça Gir, originária da Índia, e maturação de nove meses. O alto teor alcoólico da cerveja ajudou a cortar a gordura do queijo. Grand finale!

 

Harmonização da Wäls Quadruppel, uma Belgian Strong Ale com queijo da região do Serro (MG),

 


Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


Posts relacionados:

Mondial de la Bière Rio 2018: muito borogodó líquido e lupulado

A 6ª edição do Mondial de La Bière Rio levou até o Píer Mauá, na zona portuária, cervejas tão curiosas quanto deliciosas. Cervejeira antenada e aberta que sou, queria muito participar de toda a experiência degustativa, olfativa e visual proporcionada pelas empresas expositoras. O humor muda como consequência, já que estou rodeada por muito borogodó […]

Noite cintilante: brilho nas unhas, atitude e muito close no Mondial de La Bière Rio

A escolha do esmalte para o Mondial de La Bière Rio foi pautada mais pelo nome do que pela cor em si. Analisando a nova coleção “Novos Escuros” da Risqué, me deparei com belezinhas como “Rainha da pista toda”, “De salto no asfalto” e “Me solta que vou dar show”, a minha opção. Era o […]

Virada Sustentável no Rio de Janeiro: os eventos de moda e onde beber bem por perto!

O Rio de Janeiro recebe de hoje até domingo (10/06), a 2ª edição da Virada Sustentável, evento concebido em São Paulo e que já ganhou capitais como Salvador e Porto Alegre. Com programação intensa, é um movimento entre pessoas, grupos e instituições que têm em comum o objetivo de melhorar a sociedade e o meio […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *