27/04/2018

Trabalhador e Cerveja: uma relação desde os Jardins da Babilônia

Feriadão, é você? Já é fim de expediente e estamos apertando o botão do escapismo em 3,2,1! Na próxima terça-feira é comemorado o Dia do Trabalhador, e as cervejas e os trabalhadores têm uma relação muito próxima desde a antiguidade! Não sabia?

Olha só: na Babilônia, em 3000 AC, foi escrito o código Hamurabi, estabelecendo como lei cota diária de cerveja para os trabalhadores.

 

Trabalhador normal – 2 litros por dia

Funcionários públicos – 3 litros por dia

Administradores e sacerdotes – 5 litros por dia

Os administradores e sacerdotes ganhavam mais do que os outros (já rolava uma injustiça social!).

 

Tudo bem que naquela época a cerveja era mais leve e menos alcoólica, mas ainda era vista por muitos como a melhor bebida para ser consumida, visto que não contaminava como a água suja de então.

 

Na Inglaterra, alguns estilos nasceram justamente para atender os trabalhadores. Um deles, o Porter, foi batizado assim pois era como chamavam os trabalhadores do porto de Londres. Uma cerveja escura, forte, torrada, inspirada numa mistura muito popular feita pelos funcionários da época nos pubs locais. (já falamos sobre a história deste estilo aqui).

 

Pulando mil fases aqui, já na Revolução Industrial, ainda na Inglaterra, os trabalhadores foram especialmente contemplados com o surgimento de cervejas mais leves, pois naquela época os impostos das bebidas foram tachados de acordo com o teor alcoólico. Eram as Mild Ales, claras e escuras, que podiam ser bebidas inclusive entre as sessões de trabalho (que naquela época variavam entre 12 e 18 horas). As Mild são de certa forma as precursoras das modernas Session Beers, cervejas de baixo teor alcoólico (no máximo 5%), leves e refrescantes, para serem bebidas em longos períodos. Podem ser Session IPA, Session Porter, Session qualquer estilo.

 

Prova de que a cerveja sempre foi uma bebida democrática e acessível. E por que estou contando isto tudo? Para desejar que você celebre esta data do jeito certo: com muita cerveja boa! Feliz feriadão e feliz Dia do Trabalhador!


Tags: , , , , , , ,


Posts relacionados:

Cardápio de esmaltes e cervejas para vegano nenhum botar defeito

Toda semana nós temos uma decisão importantíssima a ser tomada: qual esmalte usar? Entre tantas opções de cores disponíveis, só temos certeza da nossa indecisão. E depois de tomar o rumo pelo caminho dos vermelhos, azuis ou nudes, ainda ficam dúvidas: será que este é muito cintilante? Será que a tonalidade na unha ficará diferente […]

Terra do sorvete e do chocolate, Penedo se destaca na produção cervejeira

  Passamos quatro ótimos dias em Penedo, distrito de Itatiaia, na região Sul do Estado do Rio de Janeiro. Penedo é de colonização finlandesa, com a economia voltada para o turismo. E um dos setores que está bombando, fora os de sorvete e chocolate, é o de cervejas artesanais. Aproveitamos para conhecer algumas cervejarias de […]

Dia Internacional da Mulher: depoimentos de mulheres empoderadas através da moda e da cerveja

O Dia Internacional da Mulher é uma data, antes de tudo, política. E para celebrar a importância da mesma e os momentos de glória que testemunhamos no departamento feminino (ok, ainda há muita batalha pela frente, mas é uma delícia vivermos num mundo #girlpower, com muita sororidade e empatia), convidamos mulheres que encontram empoderamento na […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *