05/04/2018

GNT lança documentário imperdível sobre Costanza Pascolato

“A vida para mim é como alta-costura. Se virar do avesso, o que não é visto, o que está oculto, deve ser tão impecável e bem feito quanto a imagem de perfeição aparente da roupa. Nunca gostei do que é só de fachada”.

A citação é de Costanza Pascolato, maior autoridade de moda do Brasil, que acabou de ganhar um documentário com direção de Alberto Renault que descortina a impecabilidade – envolta por muito bom gosto – de sua vida. 

Com uma hora de duração, o projeto exibe material inédito e entrevistas com grandes nomes da moda e amigos da homenageada, como Reinaldo Lourenço, Gloria Kalil e Consuelo Blocker, influencer e filha da Costanza que mora em Florença.

O diretor, conhecido por programas como “Morar”, “Morar Mundo” e “Casa Brasileira”, conta a história da papisa da moda através de narrativas deliciosas, mostrando a vida dela de uma forma diferente. No roteiro, há fatos curiosos como quando ela começou a escrever e a trabalhar com fashionismo e seus editoriais.

Costanza nasceu em meio à Segunda Guerra, em Siena, na Itália, em uma família tradicional, aristocrática e altamente ligada à intelectualidade de ambos os lados.

Em uma conversa recente com Silvia Rogar, editora-chefe da Vogue (que resultou em uma excelente matéria da publicação deste mês), Costanza disse que a perseguição pela juventude eterna não a seduz.

 

Print do documentário. Créditos: Divulgação

 

“Eu nunca pensei no envelhecer, tanto que não tinha nem percebido que já estava tão perto dos 80 anos. Mas, para mim, não há nada pior que tentar ser o que você já foi. Acredito em um fim de vida o mais ativo possível, o mais amoroso possível, com as pessoas que estão ao nosso redor”.

O documentário “Costanza” vai ao ar no próximo domingo, dia 8, à meia noite no GNT, é repleto de maravilhosas lições como esta, coisa de quem vive leve e intensamente.

No fim, não se entristeça: em breve, teremos mais doses de elegância e bom humor by Costanza. Desde janeiro, ela tem um projeto em franca maturação: um livro pela editora Tordesilhas. Será uma espécie de “Pergunte à Costanza”. Ainda para a Vogue, ela afirmou: “Minha vida daria um filme.”

 

Harmonizando Costanza Pascolato com heavy metal

Costanza Pascolato a-do-ra heavy metal. Ela já disse em entrevista que, quando era mais jovem, ia para festival e ficava na frente dos alto-falantes. Mesmo. Para harmonizar com esta Costanza bem híbrida e surpreendente, sugerimos degustar enquanto assiste ao documentário a Massacre, da Cervejaria Dead Dog, de Niterói (RJ).

Trata-se de uma India Black Ale com quantidades guturais de lúpulo, riffs pesados de malte e cor escura para celebrar os 30 anos do álbum “Signo de Taurus”, um clássico da banda Taurus, um ícone do Thrash Metal Nacional, também de Niterói.

Abrindo parênteses, você sabe o que é gutural? Na música, é uma técnica vocal que produz um som rouco, grave ou profundo, com uma agressividade característica. O estilo é muito usado em bandas de metal de estilo death metal, metalcore, deathcore e thrash metal.


Tags: , , , , , , , ,


Posts relacionados:

Dia Internacional da Mulher: depoimentos de mulheres empoderadas através da moda e da cerveja

O Dia Internacional da Mulher é uma data, antes de tudo, política. E para celebrar a importância da mesma e os momentos de glória que testemunhamos no departamento feminino (ok, ainda há muita batalha pela frente, mas é uma delícia vivermos num mundo #girlpower, com muita sororidade e empatia), convidamos mulheres que encontram empoderamento na […]

Malte & Esmalte e Cervaweb apresentam as tendências do momento na moda e o que beber para harmonizar

Ainda com os dois pés na estação mais quente do ano, harmonizamos as tendências de looks com ótimas cervejas artesanais para te refrescar. São combinações que conversam entre si e que devem ser adaptadas ao estilo de cada um – é sempre bom lembrar que moda deve ser divertida e uma forma de se expressar. Apostamos em peças […]

Na véspera do Dia Internacional da Mulher, nada de rosa ou azul, apenas igualdade

Quando nos tocamos que o Dia Internacional da Mulher estava próximo, já decidimos fazer um post a respeito, mas sem saber ainda qual seria a pegada, embora soubéssemos muito bem qual NÃO seria: nada de clichês do tipo “dia do ‘não tenho roupa’” ou “dia do ‘não se mete que estou de TPM’”. Temos coisas […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *