23/11/2017

O bordado como obra de arte: a marca Por um Fio e o artista plástico Pedro Luis fazem criações delicadas e autobiográficas através da técnica manual

O bordado tem protagonizado o trabalho de vários artistas contemporâneos. A delicada linha tornou-se instrumento de expressão artística ao apoiar criações altamente autorais. Com o fio, é possível intervir em peças de roupas, acessórios, figuras e fotografias compondo obras de arte.

A tarefa manual demanda dedicação, paciência e prática. Na era digital, em que a tecnologia pauta o estilo e ritmo de vida da sociedade, a entrega a um trabalho que pede calma carrega lirismo e nos toca emocionalmente ao nos remeter a memórias afetivas dos tempos de nossos avós.

A figurinista Carol Medeiros lançou a marca Por Um Fio Bordados em 2016. Ela borda camisas atemporais e vende no seu site próprio, na plataforma + Alma (só com marcas eco-friendly) e no O Grito Bazar. Ela começou bordando um lencinho de bolso antigo e depois seguiu com as suas agulhas para roupas vintage garimpadas em brechós. Após a linha Sonhos, Carol lançou ontem no O Grito a sua segunda mini coleção. Batizada de Transmutação, a série tem peças vermelhas e brancas, com detalhes bordados na gola e no peito que são pura poesia.

 

Carol e eu

Coleção Transmutação

Coleção Transmutação (Foto: Mariana Bley)

Linha Sonhos (Foto: Mariana Bley)

Linha Sonhos (Foto: Mariana Bley)

 

O trabalho foi permeado pela ideia de transformação, unidade, duplicidade e reflexo e levanta o questionamento: “onde eu começo e onde você termina?”.

A arte delicada da Carol passa sensação de carinho e preciosidade, como se estivéssemos diante de algo raro devido ao cuidado e atenção com que foi produzido.

 

Histórias bordadas

Bordados também ditam o ofício de Pedro Luis. Designer e artista plástico natural do Rio, agora fazendo arte em São Paulo, Pedro trabalhou em agências de comunicação e se dedicou a colagens, desenhos e pinturas por um certo período, até que decidiu aprender a bordar para utilizar a técnica em seu projeto de final de curso. No entanto, a busca por um lado mais lúdico, fora do meio digital, manteve as tramas na vida do Pedro. Hoje, ele é um artista reconhecido por suas interferências bordadas em fotografias antigas. Ele constrói histórias e sentimentos a partir de retratos de desconhecidos, embora revelem anseios universais. Em setembro passado, o artista ilustrou uma matéria especial da Revista Glamour sobre a prevenção do suicídio, conferindo ao seu artifício mais um status nobre.

 

Foto: Divulgação

Pedro Luis em ação (Foto: Divulgação)

No currículo de artesão, Pedro tem trabalhos para o Twitter, McDonald´s e Rede Globo. Tem o Malte & Esmalte também, mas aqui como designer (ele criou a identidade visual do blog, temos muito orgulho :)).  Ele mostra os seus afazeres nas redes sociais.

Em imagens antigas compradas em feiras em São Paulo, Barcelona e provindas da família da sogra de sua irmã (ele ganhou desta uma mala recheada de fotos), Pedro acrescenta frases, elementos e figuras emotivas para contar narrativas pessoais através de seus valores sobre as cenas, mesmo que o contexto da figura não seja aquele.

 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 

“A minha arte é autobiográfica, mas parece que tudo o que passo entra em um lugar comum de sentimento porque todo mundo já passou por uma situação parecida com aquela. Acabo colocando as minhas experiências e vivências, que não são muitas, mas que se associam a outras”, explicou Pedro em entrevista à Heloísa Tolipan.

O resultado são produções sentimentais e empáticas. É terno contemplá-las.

 

Fonte: Heloisa Tolipan


Tags: , , , , , , , , , ,


Posts relacionados:

Lá vêm os noivos: a trend dos esmaltes brancos voltou, mas não sozinha. Ela veio acompanhada pelo estilo de cerveja White IPA!

É casamento com glamour e sofisticação que você quer? O novo casal 20 é formado por unhas branquíssimas e cerveja do estilo India White Ale.

Bonito e Pantanal – O que levar na mala

Bonito é um lugar para estar sem agonia. É contemplação, admiração, preenchimento, respiro. Ao pisar ali, deixei o mundo fora e entrei só com a alma. Foram sete dias de aproveitamento absoluto da natureza em seu estado bruto.

Dobradinha do sucesso: Unha da Semana + Smoked Porter friburguense

Recebam a dobradinha unha + cerveja da semana com emoção:

Uma resposta para “O bordado como obra de arte: a marca Por um Fio e o artista plástico Pedro Luis fazem criações delicadas e autobiográficas através da técnica manual”

  1. […] A marca de camisas bordadas à mão Por Um Fio (já fizemos uma matéria sobre ela, clique aqui para ler) estará por lá com um saldão das últimas peças da coleção […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *